Em Sergipe, Greve geral da educação mobiliza setores municipal, estadual e federal

Aconteceu

Na última semana (2 e 3 de outubro), estudantes e trabalhadores da educação tomaram às ruas do país durante a Greve geral da educação. A mobilização teve como alvo os cortes orçamentários do governo Bolsonaro que já chegaram à R$6 bilhões, o programa Future-se, além de reivindicar o fim da perseguição e destruição do serviço público.

Em Sergipe a Greve teve início na última quarta-feira (2), com atividades mobilizadas pela rede estadual e municipal de ensino que somaram suas reivindicações, como reajuste salarial e investimentos no setor. 

Já na quinta-feira (3), a mobilização contou com grande ato unificado da Educação contra a reforma da previdência, reunindo centenas de manifestantes em frente ao Palácio dos Despachos que denunciaram a política do governador do estado Belivaldo Chagas, que na prática faz coro à política de sucateamento e desmonte da educação pública promovidos pelo MEC, além de querer aplicar a Reforma da previdência no estado. 

 

Veja também